Um lugar único

A Alta de Lisboa apresenta uma relação única entre os espaços verdes e a habitação. Um lugar especial planeado e orientado para a rua e o cidadão.

A Localização Ideal

Uma rede viária completa, a carris, o metropolitano, as zonas pedonais e as ciclovias já cá estão. Aqui está perto de tudo e chega rapidamente ao seu destino.

A envolvência perfeita

As Casas do Parque desenvolvem-se ao longo do Parque Oeste, uma mancha verde de cerca de 26 hectares, constitui já um dos maiores parques da cidade de Lisboa.

Mais perto de tudo o que é importante

Conheça as tipologias disponíveis nas Casas do Parque

Acessibilidades

A Alta de Lisboa conta com uma rede viária extensa e integrada, com três grandes portas de entrada ao território: a ligação à 2ª circular através de uma grande rotunda com acesso à 3ª grande Avenida da cidade, o Eixo Central e à Avenida Santos e Castro, via rápida que ladeia o território a nascente; a entrada poente com ligação ao Eixo Norte-Sul, via que liga a auto-estrada do sul com a do Norte; a porta norte do território que liga o Eixo Norte-Sul, a Avenida Santos e Castro e o Eixo Central, criando uma malha viária que permite a ligação ao território por diversas entradas, ao mesmo tempo que o circunda o tráfego de atravessamento indesejável.

Zonas Verdes

Quando concluídas, cerca de 70 hectares de novas zonas verdes a servirão a Alta de Lisboa, numa área de intervenção de 300 hectares.
Através da requalificação de grandes áreas verdes, como o Parque das Conchas e a Quinta dos Lilases, e da construção de raiz de novos parques verdes urbanos, como o Parque Oeste (Parque do Vale Grande) e do Parque de Calvanas, a Alta de Lisboa apresenta uma excelente relação entre os espaços verdes e a habitação, uma forma planeada e sustentável de urbanismo em que o verde estruturante se integra com o edificado e os espaços e zonas de lazer encontram-se perfeitamente misturados na malha urbana.

Transportes Públicos

A rede de transportes públicos foi concebida para acompanhar o eixo central, via que irá prolongar a Alta de Lisboa até junto do rio Tejo. Além de carreiras frequentes e outros transportes públicos, a Alta de Lisboa é servida actualmente por três Estações de Metro da Linha Amarela (Quinta das Conchas, Lumiar e Ameixoeira). Ciclovias e extensas zonas pedonais existem para valorizar o melhor que a cidade oferece, de forma não poluente.